Alckmin e marta buscam

milhões para o rodoanel

O governador Geraldo Alckmim e a prefeita Marta Suplicy estiveram reunidos em Brasília, dia 14 último, com a bancada de deputados federais paulistas, para solicitar a apresentação de emendas ao Orçamento 2004.

"Além das emendas individuais que temos, a bancada do Estado, formada por todos os deputados eleitos por São Paulo, independentemente do partido, tem direito de apresentar vinte emendas coletivas no Orçamento Federal para o próximo ano" – explicou o deputado Lobbe Neto (PSDB).

As emendas conjuntas que o governador e a prefeita apresentaram somam cerca de R$ 400 milhões, sendo que R$ 200 milhões são para obras de construção de mais um trecho do Rodoanel (estadual) e da estrada Jacu / Pêssego (municipal).
"Desses R$ 200 milhões, R$ 100 milhões serão solicitados pelo governador Geraldo Alckmim e R$ 100 milhões pela prefeita.

A contrapartida do Estado, nas obras do Rodoanel, será de R$ 200 milhões, ou seja, para cada 1 real que o governo federal liberar, o governo de São Paulo irá investir 2 reais. A conclusão de mais esse trecho do anel viário irá facilitar sobremaneira a chegada e saída de nossa produção, através do Porto de Santos, o principal do País, responsável pelo escoamento de 27% da produção nacional" – acentuou Lobbe.

Para o presidente da Câmara dos Deputados, dep. João Paulo Cunha, "a bancada paulista precisa trabalhar mais unida, para podermos atender as solicitações de nossos governantes, que no final, são reivindicações de nossa sociedade". No total são cinco emendas apresentadas, mas a bancada tentará unir as demais que forem relativas às obras

acima citadas. Poderá, assim, apresentar mais 16
emendas no Orçamento 2004, que atendam o Estado como um todo.
Outra emenda solicitada pelo governador, no valor aproximado de R$ 60 milhões, será para a ampliação dos serviços de Segurança Pública e uma terceira, de cerca de R$ 80 milhões, para obras de combate a enchentes, com a construção de mais um "piscinão".

Regozijo de Erasmo

Ao saber da intenção do governador e da prefeita em investir no Rodoanel, o vereador paulistano Erasmo Dias disse a O JORNAL sentir-se feliz como "ardoroso defensor do Rodoanel e Ferroanel da Grande São Paulo." Ressaltou tratar-se de "medida imperativa para a dinamizarão das exportações pelo Porto de Santos tanto por via ferroviária, como rodoviária." E esclareceu:

"O Rodoanel Sul, ligando a Rodovia Régis Bitencourt – onde termina o já construído Rodoanel Oeste – ao complexo Anchieta Imigrantes, atende objetivo capital para a Nação, isto é, a exportação pelo Porto de Santos. Da mesma forma o Ferroanel Sul, ligando Evangelista de Souza à Vila Califórnia, virá proporcionar alternativa à já existente ligação ferroviária Mairinque-Evangelista-Santos. Isso interessa muito de perto ao Município de São Paulo, com a vitalização da zona sul de Parelheiros. No futuro, ela poderá dar acesso direto ao Litoral Paulista através da ligação Parelheiros – Embu-Guaçu – Itanhaém, para o que, aliás, já existe lei de minha iniciativa, aprovada pela Assembléia Legislativa ao tempo em que era deputado estadual."

Mensagem para O JORNAL

Volta à 1.ª página