O Centro de Estudos Marxistas – CEMARX, da Unicamp, divulgou a realização de mais uma rodada de eventos no corrente mês.

Hoje (20/11), às 19 horas, na Escola de Sociologia e Política à rua General Jardim, 522, Vila Buarque, acontecerá a palestra do Prof. Armando Boito Jr. sobre "A Conjuntura Política Nacional". Em seguida, haverá o lançamento da revista Crítica Marxista n.° 17, que, a partir desse número, passa a ser publicada pela Editora Revan.

Conforme comunicado do CEMARX, trata-se de revista destinada a difundir e discutir "a produção intelectual marxista em sua diversidade, bem como de intervenção no debate e na luta teórica em curso."

A revista Crítica Marxista

Na seção Artigos, a revista apresenta o texto de Armando Boito Jr., "A hegemonia neoliberal no governo Lula". Sustenta ele que "o neoliberalismo logrou implantar uma nova hegemonia burguesa no Brasil, hegemonia essa de tipo regressiva que vem sendo mantida ativamente pelo governo Lula."

Na mesma seção, Ellen Meiksins Wood contesta em "O que é (anti) capitalismo?" a afirmação segundo a qual os movimentos anticapitalistas apenas saberiam contra o que lutam e não a favor do que lutam.

O artigo de Domenico Losurdo, "Para uma crítica da categoria de totalitarismo", apresenta novos conceitos de "totalitarismo", mostrando, notadamente através do progressivo alinhamento de Hanna Arendt com a ideologia anticomunista da guerra fria, "sua função de cavalo de batalha da reação liberal".

A seção Artigos é encerrada com "Marx tardio: notas introdutórias", onde Pedro Leão da Costa Netto examina o último período da produção teórica de Marx; e ainda "Esboço para o estudo do ponto de vista da mercadoria na literatura brasileira", de Luiz Roncari.

Na seção Comentários, são discutidas algumas obras que tiveram repercussão no debate de idéias nos meios acadêmicos e políticos. Nesta seção encontram-se os textos:

"Pós-grande indústria: trabalho imaterial e fetichismo – uma crítica a A. Negri e M. Hardt" de Eleutério F. Prado e ainda "Para realizar a América, de Richard Rorty, e sua recepção no Brasil" de Suze de Oliveira Piza.

Retomando o projeto de publicar textos fundamentais do pensamento marxista, a seção Documento apresenta o texto A Marca, de F. Engels, até hoje inédito na língua portuguesa. Esse texto foi escrito em 1882 para explicar aos operários alemães a história da propriedade da terra e da desagregação da comunidade camponesa na Alemanha. Quatro resenhas completam a última seção desse número da Crítica Marxista.

Governo Lula

Dia 24 próximo, às 14 horas, no auditório do IFCH da Unicamp, o CEMARX e o MRS-Campinas promoverão um debate sobre "A conjuntura internacional e o governo Lula "., com as seguintes participações:

Armando Boito Jr.  - Prof. Depto. Ciência Política IFCH; Revista Crítica Marxista

Edmundo Dias - Prof. Apos. Depto. Sociologia IFCH ; Revista Outubro

José Welmowicki - Doutorando em Sociologia IFCH; Revista Marxismo Vivo

Após o debate, haverá lançamento das revistas Crítica Marxista, Marxismo Vivo e Outubro .

Mais informações sobre todos os eventos podem ser obtidas no "site" www.unicamp.br/cemarx/criticamarxista

Crise argentina

Ontem (19/11),  o CEMARX promoveu no auditório do IFCH/Unicamp a palestra do Prof. Atilio Boron, secretário executivo do Clacso e professor da Universidade de Buenos Aires, sobre "A crise política na Argentina e o governo Kirchner". O evento estava marcado para anteontem, mas foi adiado devido a problemas de saúde na família do expositor.

Mensagem para O JORNAL

Volta à 1.ª página