Ibama gasta mais por

multa do que arrecada

O deputado federal Lobbe Neto encaminhou à ministra Marina Silva, de Meio Ambiente, requerimento de informação em que solicita que sejam enviados para a Câmara, os documentos referentes às multas aplicadas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - IBAMA - nos anos de 2002 e 2003.

O requerimento diz:

"A revista "Isto É" de 3 de março de 2004, publicou matéria sob o título ‘IBAMA manso e caro’, segundo a qual: ‘No último ano de FHC, o IBAMA lavrou quase 28 mil multas contra crimes ambientais, arrecadando R$ 346 milhões. Para isso, os fiscais gastaram R$ 13 milhões. No primeiro ano do mandato petista, foram registradas apenas oito mil multas e a arrecadação caiu para R$ 167,4 milhões. Atuando

no governo, os dirigentes das ONGs ambientalistas estão mais mansos. Só não economizaram em dinheiro: o custo petista por multa lavrada em 2003 foi 91% maior que o do último ano do governo tucano’.

"As informações que ora requeremos são de fundamental importância ao cumprimento de nossas atribuições constitucionais" – justificou o deputado.

Lobbe Neto solicita informações sobre as multas lavradas mês a mês, incluindo respectivos valores e unidades da federação, e especificando os quantitativos de multas aplicadas e efetivamente recebidas; a lista de fiscais e operações realizadas pelo IBAMA nesses anos, especificando locais por unidade da federação, objetivos e resultados, com cópias do inteiro teor dos relatórios dessas operações de fiscalização e também a lista de fiscais do IBAMA nos anos de 2002 e 2003, por unidade da federação e respectivas localizações, custos mensais e equipamentos disponíveis.

Mensagem para O JORNAL

Volta à 1.ª página